terça-feira, 21 de julho de 2015

A psicóloga parou de fumar, começou a correr e escreveu um livro


Marcia Maria de Castro, 53 anos, (foto) pode ser vista diariamente na pista do Parque da Barragem correndo seus sete quilômetros cronometrados, ela que mora no São Bento e sai dali caminhando normalmente, colocando o fôlego em ordem.

Esta psicóloga que deixou de clinicar há seis anos para se dedicar mais ao marido e duas filhas tem histórias para contar. 

Uma delas vai virar livro, a ser publicado este ano ainda pela editora Multifoco.

“Tuty e Eu” conta a história real de seu cãozinho Tuty, um fox paulistinha, que ganhou para alegrar as filhas, se perdeu numa tempestade de verão, retornou 5 dias depois, abandonou a casa pela cadela da residência vizinha, mas não deixava de visitar a antiga morada todos os dias, e terminou seus dias na bocarra de um pittbul, em disputa pela cadela com a qual já tinha uma ninhada.

A vida de Marcia Maria de Castro começou a mudar há seis anos quando parou de fumar, assim, assim, depois de ler o livro “O Método Fácil de Parar de Fumar”, do norte-americano Allen Caar. Ela que fumava desde os 14 anos e se considerava uma “verdadeira chaminé”.


Marcia também descobriu Jesus e tem escrito bastante, textos que pretende editar em novo livro “Coisas que Penso”, talvez para o ano que vem. 

Enquanto isso, vai correndo e aumentando sua quilometragem. Quem sabe dia desses não participa de uma maratona?

Nenhum comentário:

Postar um comentário